28 de novembro de 2011

modernidade - folhateen 28.11.2011

Ilustração publicada no Folhateen de hoje, o primeiro desde o aumento de preço da Folha e do tradicional corte de gastos que transformou o caderno em uma única página dentro da Ilustrada. O antigo espaço, 25 x 27 cm foi apenas reduzido para 29 x10 cm ao invés de extinto, depois de uma conversa que tive com o responsável pelo caderno quando me foi anunciada a sua extinção. Mostrei minha tristeza num email, dizendo o quanto fora importante para mim nos últimos anos este espaço. Quarta à noite, ele me ligou contando que haviam reconsiderado e conseguido encaixar de novo esta tirinha livre, num formato de 17 x 10 cm no fundo da págna. Fiquei contente de ter sido escolhido para estrear o espaço. Fiz então o quadrinho da direita neste tamanho, finalizei, escaneei, tratei, enviei. Ai recebi a informação de que tinham me passado o formato errado (tinha estranhado este 17 x10), que na verdade eram 29 x 10 cm. A minha solução apressada, para não perder o trabalho da charge, foi acrescentar um quadrinho introdutório que tira um pouco do absurdo do segundo quadrinho, muda o significado da coisa toda, fica um pouco mais caricato, na verdade nem gostei tanto, preferia o de antes, mais simples, menos explicado.

20 de novembro de 2011

croquis - despedida

Eu gosto sempre de postar meus croquis no blog, mas nos últimos tempos não tenho conseguido. No furor da entrega sempre desisto de escanear mais uma imagem, tratar e montar para então colocar junto no blog. Hoje peguei estes dois mais recentes (o post anterior) para tirar o atraso. Este croquis é daquela última tirinha (minha última para sempre, pois o caderno ironicamente deixará de ter este espaço) que saiu no Folhateen, a 'Despedida'.

pessoinhas

Croquis para esta ilustração da Folha que fiz outro dia e que esqueci de publicar.

16 de novembro de 2011

o café da manhã

Eu acho que só gostava de sentar neste lugar específico no café da manhã para poder ver esta planta com esta luz.

14 de novembro de 2011

green vessel

Hmmm, tem coisa nova pronta na área.

bê-a-bá da mamãe - saúde 14.11.2011

Ilustrações publicadas na Folha de São Paulo de hoje, segunda-feira 14.11.2011. Era daqueles desenhos que, quando a menina da arte me passou o layout, me arrependi de ter pego. Mas no fim gostei bastante do resultado (e de não ter tido que colorir!).

12 de novembro de 2011

sol

Rollei IR 400 B+W 092 39mm Leica M3 Summicron f=5cm. Engraçado como um filme, um filtro, uma câmera e uma lente podem parecer coisas de outro mundo se descritos como dados técnicos.

11 de novembro de 2011

nikon?

Uma Pentax com alça da Nikon, no meu caso é uma Leica com alça da Pentax. Tudo pela desorientação.

8 de novembro de 2011

cabana

 Presente de aniversário que fiz para os 66 anos do meu pai.

teaser - a tartaruga de mil cabeças

Eu não vou dizer para que realmente eu fiz este desenho, depois vai ficar óbvio, mas como sabem eu não consigo me conter de ir mostrando o que está em processo também, por isso criei este label 'teaser' no blog.

7 de novembro de 2011

despedida - folhateen 07.11.2011

 Tirinha publicada no Folhateen desta segunda-feira 07.11.2011. Fazia tempo que já estava tramando uma com paúba, desde os últimos eventos. Pois bem, feito.

4 de novembro de 2011

cinéfilos

Ilustração publicada na Ilustrada desta sexta-feira, 04.11.2011 na Folha de São Paulo. Não é das minhas preferidas mas nem teria como omití-la, já saiu no jornal mesmo (pixelada, aliás), fica ai para constar.

2 de novembro de 2011

o buraco é de 3 andares (X)

Décima ilustração desta série, a obra não tem mudado muito recentemente, não deste ponto de vista, pelo menos, mas o terceiro subsolo já está pronto.

1 de novembro de 2011

entrevista para a 'fluster magazine'

Hoje saiu uma entrevista que dei há algumas semanas para esta revista digital chamada 'Fluster Magazine'. Os caras chegaram em mim muito provavelmente pelo Flickr e se mostraram muito interessados no meu trabalho. Fiz esta pequena seleção de 10 imagens que me pediram, especialmente de quadrinhos, e respondi às perguntas no meu inglês macarrônico. Isso sim foi a parte esquisita, pensar sobre o meu trabalho nos termos das perguntas (ainda que pudesse responder o que bem entendesse), mas decidir o que falar tão resumidamente sobre algo que não é claro nem simples para mim, principalmente um trabalho que não tem um objetivo específico como o meu, isso sim é hardcore. Enfim, a entrevista saiu aqui Fluster Magazine e agradeço enormemente a chance que me deram (e o prazer de saber que gente por ai curte meus desenhos), a internet é realmente um troço poderoso.